Too Good To Go: Transforma-te num Waste Warrior e combate o desperdício alimentar – Lisboa Green Capital 2020
-Notícias

Too Good To Go: Transforma-te num Waste Warrior e combate o desperdício alimentar

Tempo médio de leitura: 8 minutos

Quando os valores em Portugal atingem o 1 milhão de toneladas de desperdício alimentar é altura de pensar no que podemos fazer para minimizar este número. É aqui que surge a Too Good To Go, uma app que está a transformar os seus utilizadores em Waste Warriors, nesta luta contra o desperdício.

Com cerca de 3000 parceiros, 700 mil utilizadores e meio milhão de refeições salvas, podemos dizer que esta app que chegou a Portugal em outubro de 2019, está a fazer diferença no desperdício alimentar.

Todos podemos fazer a diferença

Não precisamos de ser os maiores conhecedores sobre determinado tema para podermos fazer a diferença, Madalena Rugeroni, responsável pela operação da Too Goo To Go em Portugal e, mais recentemente, Espanha, é a prova disso.

“Sou sincera o tema do desperdício alimentar não era um tema que soubesse bastante, mas foi algo que fui aprendendo e, quanto mais comecei a pesquisar sobre a Too Good To Go e sobre o tema do desperdício alimentar e, tendo em conta os números astronómicos e a dimensão do problema, foi aí que me comecei a interessar mais e mais. Portanto, pensar que podia criar, no fundo, um produto e um conceito, em Portugal, que fosse para o melhor do planeta e que contribuísse para um mundo mais verde, mais sustentável, foi aí que me candidatei e depois cheguei a Too Good to Go.”

E de repente, a pandemia

Chegada a Portugal em outubro de 2019, a app enfrentou logo uma pandemia e, consequentemente sentiu os efeitos que dela advêm “Eu acho que todas as empresas sentiram um impacto, até porque na verdade nós somos um Marketplace em que necessitamos de pessoas a ir buscar, a ir recolher as nossas Magic Boxes e restaurantes e estabelecimentos abertos”.

Contudo, a pandemia acabou por trazer uma nova perspetiva às pessoas, começaram a valorizar muito mais o tema comida, a cozinhar bastante mais, a preocuparem-se mais e isso acabou por ser uma mais valia para esta aplicação que serve também de take away, evitando que o excedente dos estabelecimentos seja desperdiçado, diz-nos Madalena.

Comida de qualidade por baixo preço é uma escolha mais consciente

Apesar destes produtos serem excedentes, e com preços baixos, “todos os produtos estão com boa qualidade, muitos destes produtos estavam a ser vendidos à meia hora atrás, não são estragados, não são restos de pratos de ninguém. Portanto é tentar que as pessoas percebam, tanto os donos dos estabelecimentos como os consumidores, que é simplesmente um consumo mais sustentável, é uma escolha de vida, é um lifestyle que se pode praticar de uma forma consciente”, refere.

Uma das 20 empresas B Corp em Portugal

Uma empresa B Corp é uma empresa que visa como modelo de negócio o desenvolvimento social e ambiental. Em Portugal são 20 as empresas com esta distinção, sendo a Too Good uma delas.

Assim, “É um motivo de orgulho para todos nós termos essa chancela, que faz todo o sentido. Nós tentamos vivê-lo no dia-a-dia também e em tudo o que nós atuamos, a maneira como trabalhamos, a maneira como priorizamos as pessoas, mesmo como trabalhos uns com os outros enquanto empresa internacional. Porque Portugal é só uma pequena parte da To Good to Go, neste momento já estamos em 15 países.”

Adesão 

Qualquer estabelecimento pode unir-se a esta causa e lutar contra o desperdício, sejam restaurantes, grandes cadeias – hotelaria ou retalho por exemplo – ou até marcas, sem loja própria, mas que usam os estabelecimentos independentes da rede da aplicação como pick point. O que interessa é ter excedentes, querer fazer a diferença e querer juntar-se à missão.

 E o futuro para onde vai?

O objetivo é salvar mais refeições de serem desperdiçadas “até ao final do ano o nosso objetivo é chegar a um milhão, mais de um milhão de refeições salvas, e poder trabalhar com o máximo número de cadeias e estabelecimentos possíveis para conseguirmos ter, também, o maior impacto possível”.

Crescer também faz parte dos planos “chegar a todas as capitais de distrito em Portugal. Neste momento estamos em 11 e nas ilhas”.
E até 2024 “a nível global e mais a longo prazo, até 2024, queremos salvar mil milhões de refeições, acreditamos que conseguimos”, diz-nos Madalena.

Com mais de 500 mil refeições salvas do desperdício, com menos de 1250 toneladas de CO2 na atmosfera e tendo em conta a pegada ecológica dos portugueses, a Too Good To Go conseguiu uma redução equivalente à quantidade de CO2 emitida por 3274 voos de Lisboa a Londres, ou 1448 voos de Lisboa a Nova Iorque, ou então se preferir, 702 voos de Lisboa a Tóquio.
Podemos assim dizer que, pequenos gestos e alterações nos nossos comportamentos, podem fazer a diferença.