Desafios da sustentabilidade para o século XXI – Lisboa Green Capital 2020
-Conferências

Desafios da sustentabilidade para o século XXI

O Instituto de Estudos Académicos Adriano Moreira organizou, no âmbito dos 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães e da eleição de Lisboa como capital verde europeia 2020, um ciclo de conferências de entrada gratuita inteiramente dedicado à sustentabilidade do Homem no planeta Terra. Este ciclo encontra-se dividido em três partes, tendo início a 27 de janeiro:
I. Mudanças globais;
II. Impacto científico da viagem de Fernão de Magalhães;
III. Desafios para um futuro sustentável.

Filipe Duarte Santos, professor catedrático de Física na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e investigador nas ciências do ambiente, com foco nas mudanças globais e alterações climáticas, foi o orador que deu início a este ciclo de conferências onde abordou os desafios da sustentabilidade para o século XXI.

Para o professor, participar neste ciclo relacionado com Fernão Magalhães é uma grande responsabilidade dado que o navegador “merece o respeito de todos nós portugueses “.

Filipe Santos reforça que vivemos num mundo diferente do de Magalhães “o mundo evoluiu, a população cresceu e atualmente há problemas específicos de sustentabilidade”, nesse sentido, o professor destaca o avanço positivo existente a nível mundial derivado dos acordos feitos pelos países em relação aos objetivos do desenvolvimento sustentável. O orador destacou ainda a importância dos atuais relatórios sobre os cumprimentos das metas por parte dos países e da agenda de 2030 – constituída por 17 objetivos e 169 metas a alcançar até 2030 – que visa o desenvolvimento das sociedades humanas respeitando a sustentabilidade do planeta. 

O académico falou ainda sobre os consumos globais de energia e de como os cenários são diferentes nos vários continentes. No entanto, é de destacar que, no geral, principalmente na Europa, tem havido um abandono progressivo das fontes fosseis, promovendo assim uma matriz elétrica o mais verde possível.