ReMuseu – o novo museu de reciclagem chega a Lisboa em maio – Lisboa Green Capital 2020
-Notícia Geral

ReMuseu – o novo museu de reciclagem chega a Lisboa em maio

Lisboa vai ter o primeiro museu verde do país e o primeiro com prazo de validade. O ReMuseu vai ser um espaço temporário, reciclado e reciclável que pretende mudar comportamentos e ensinar sobre reciclagem e economia circular.

A inauguração está marcada para 17 de maio, no parque de estacionamento subterrâneo na Doca de Santo Amaro, e vai contar com sete salas interativas sob o mote “Repensar, Reutilizar, Reciclar”.

Pedro Nazareth, presidente do Electrão – Associação de Gestão de Resíduos, uma das organizações responsáveis pelo museu, considera que ainda há um grande caminho a percorrer no âmbito da reciclagem, uma vez que  “em Portugal, três milhões de toneladas de resíduos são colocados no aterro ou incinerados todos os anos e um em cada três portugueses ainda não recicla, ou se recicla não o faz convenientemente”.

O ReMuseu pretende mostrar que quase tudo pode ter uma segunda vida e o próprio edifício servirá como exemplo. Será temporário “porque tem princípio, meio e fim”, enumera Pedro Nazareth. “Reciclado, porque procura reaproveitar materiais e, por último, reciclável, porque no dia em que concluirmos este museu temporário neste parque de estacionamento todos os conteúdos serão reaproveitados e serão levados para um centro interpretativo permanente a implementar pelo Electrão.”

Luís Paixão Martins, presidente da Associação Acta Diurna (do NewsMuseum), defendeu que o próprio museu é um exemplo da economia circular, pois foi desenhado “para nos confrontar com a realidade e com as consequências das nossas ações individuais de todos os dias”.

Na apresentação do projecto, Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, reiterou que o ReMuseu “é algo que nos convoca para uma ação individual e concreta de uma forma muito prática e direta”.

Este projecto é promovido pelo Electrão – Associação de Gestão de Resíduos e pelo Lidl Portugal, com o apoio do NewsMuseum e da Câmara Municipal de Lisboa.