Plano Metropolitano de Adaptação às Alterações Climáticas já foi assinado – Lisboa Green Capital 2020
-Notícia Geral

Plano Metropolitano de Adaptação às Alterações Climáticas já foi assinado

Os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML) reuniram-se para assinarem o Plano Metropolitano de Adaptação às Alterações Climáticas (PMAAC). Neste documento estão presentes as causas do impacto climático e as vulnerabilidades regionais, bem como, as medidas necessárias para combater os principais riscos identificados.

No dia 6 de dezembro o mote foi o clima e as suas alterações. Na cerimónia realizada no Museu dos Coches foi-nos apresentado o PMAAC, assim como, a visão metropolitana: reduzir a vulnerabilidade da AML face às alterações climáticas.

O documento avalia tanto os impactos climáticos como as vulnerabilidades dos territórios, apontando as medidas necessárias para se combater cada um dos riscos principais que assolam a região de Lisboa que, neste momento, passam por eventos de extremo calor, cheias e inundações e a subida do nível médio do mar.

O Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, reforçou a mensagem de compromisso para com esta situação, pois as alterações são reais, pertencem ao presente, são significativas e afetam todo o ecossistema, salientando ainda que cabe aos responsáveis políticos delinear os caminhos que levam à solução deste problema.

Fernando Medina, referiu também que há medidas que são prioritárias e que “podem ser tomadas já”, sendo elas o aumento da produção de energia de forma renovável, a utilização de transporte público e partilhado (tendo sido dado um grande passo com os novos passes, pois houve um aumento de 40% em relação a novembro de 2018) e a arborização e plantação de árvores.