“Lisboa sem rodinhas” aprender a pedalar nas escolas de Lisboa – Lisboa Green Capital 2020
-Notícias

“Lisboa sem rodinhas” aprender a pedalar nas escolas de Lisboa

Reduzir o tráfego rodoviário dentro das cidades, de forma a aumentar a qualidade de vida e a garantir a sustentabilidade dos recursos é imperativo, principalmente quando o atual período em que vivemos tornou, ainda mais, evidente a necessidade urgente de repensar a forma de como nos movermos pelas cidades. Por isso, tentar sensibilizar os cidadãos para a utilização de métodos de transporte mais amigos do ambiente, como a bicicleta, a trotinete ou andar a pé, é algo que faz parte da agenda de muitas cidades, como a de Lisboa, a nossa Capital Verde Europeia 2020.

E para promover estes hábitos mais amigos do ambiente, e saudáveis, o “Lisboa sem Rodinhas” regressa às escolas. No total são 18 as escolas do primeiro ciclo do Ensino Básico da nossa cidade, correspondendo a um universo de 750 alunos e 33 turmas, que irão aprender a andar de bicicleta.

Integrado no Programa de Apoio à Educação Física Curricular, o Lisboa sem Rodinhas pretende, através da aprendizagem do uso da bicicleta, incentivar a adoção de um estilo de vida ativo e a criação de hábitos de mobilidade sustentável. Desta forma, os mais pequeninos terão duas aulas de 45 minutos por semana, num total de seis aulas, durante três semanas, sendo a participação totalmente gratuita. Com isto espera-se que, até ao final do ano letivo 2020/2021, todos os alunos do 2º ano de escolaridade tenham sido englobados.

A iniciativa conta com o apoio da EMEL, que colocou cerca de 550 bicicletas e capacetes à disposição de todas as escolas que adiram ao programa da Câmara Municipal de Lisboa, e de três clubes reconhecidos pela sua experiência no ensino e aprendizagem na utilização da bicicleta: os Coelhinhos – Escola de Ciclismo de Lisboa, a LXC – Academia de Ciclismo de Lisboa e Lxtriathlon – Clube de Triatlo de Lisboa, que irão dar apoio nas aulas de bicicleta. O projeto cumpre, ainda, todas as regras de segurança e saúde pública em vigor.