É hoje a Hora do Planeta! – Lisboa Green Capital 2020
-Notícias

É hoje a Hora do Planeta!

Tempo médio de leitura: 4 minutos

2007, a World Wildlife Found (WWF) cria uma iniciativa que consistia num apagão durante uma hora, como tomada de posição contra as mudanças climáticas. 2,2 milhões de pessoas e 2000 empresas juntaram-se ao movimento, as luzes foram apagadas e a Hora do Planeta foi criada.

Um ano depois, a Hora do Planeta torna-se num movimento de sustentabilidade global, onde mais de 50 milhões de pessoas, em 135 países, mostram o seu apoio a esta causa ao apagarem simbolicamente as suas luzes.

A Torre CN, em Toronto, a Sydney Harbour Bridge, a Ponte Golden Gate, em São Francisco ou o Coliseu de Roma, foram alguns dos monumentos que ficaram às escuras como símbolos de esperança por uma causa que se torna, cada vez mais urgente, a cada minuto que passa.

Hoje, o movimento que conta com mais de 3,5 mil milhões de pessoas, em 190 países e territórios, convida a que casas, ruas, edifícios e monumentos apaguem as suas luzes no último sábado de março, de forma a criar um impacto difícil de ignorar. Este ano, o projeto promete criar, ainda mais, impacto no mundo digital, através do primeiro “holofote virtual” da Hora do Planeta.

“Vamos apagar as luzes e pôr um foco no planeta, por um futuro com mais água para todos”, um dos motes defendidos pela ANP/WWF, em 2021.

“Historicamente, a Hora do Planeta junta cidadãos, organizações e empresas conscientes da urgência climática em que vivemos e, sobretudo, do poder que cada um tem na mitigação das alterações climáticas”, diz Ângela Morgado, diretora executiva da ANP/WWF. “Portugal está a viver para além da água que tem e este cenário vai piorar com o agravamento das alterações climáticas, razão pela qual as questões relacionadas com Água devem preocupar-nos a todos. Acreditamos que devem ocupar um lugar cada vez maior nas discussões públicas”, acrescenta.

“Ecossistemas saudáveis são essenciais para sociedades prósperas, equitativas e sustentáveis. O atual modelo socioeconómico está a provocar a destruição devastadora da natureza, que por sua vez aumenta a nossa vulnerabilidade a pandemias, acelerando as alterações climáticas e colocando em risco os meios de subsistência”, reforça Marco Lambertini, diretor da WWF Internacional.

Marco Lambertini acrescenta ainda que “2021 é um ano crucial para a humanidade”. “Com o mundo a tentar recuperar da devastação da pandemia da COVID-19 e a reconstruir-se, precisamos de colocar a natureza no centro dos nossos esforços de recuperação para as nossas economias e sociedades”

Em Portugal, juntaram-se ao movimento mais de 100 municípios parceiros, 8 empresas e 24 organizações.
E se também quiser fazer parte desta iniciativa, basta apagar as luzes entre as 20h30 e as 21h30 e ligar-se ao planeta, aproveite esta hora para jantar às luzes das velas, tocar um instrumento, pegar naquele jogo de tabuleiro que está a ganhar pó no armário ou simplesmente relaxar.