Dia Mundial do Vigilante da Natureza – Lisboa Green Capital 2020
-Notícias

Dia Mundial do Vigilante da Natureza

31 de julho foi o dia escolhido para comemorar mundialmente o dia do vigilante da natureza e tem como objetivo homenagear o trabalho de todos os guardas florestais do mundo, na conservação da flora e da fauna selvagem.

Conhecido como World Ranger Day, esta data foi celebrada pela primeira vez em 2007 – o ano em que a International Ranger Federation, IRF, comemorava o seu décimo quinto aniversario (é esta organização que coordena todos os anos as comemorações mundiais em conjunto com as associações dos vários países). A cada três anos a IRF realiza o Congresso da Federação Internacional de Rangers, e o próximo será na nossa bela ilha dos Açores, em 2022.

Em Portugal a responsabilidade de criação e gestão de um Corpo de Vigilantes da Natureza pertence ao Serviço Nacional de Parques, Reservas e Património Paisagístico e é representado pela APGVN – Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza. São eles que trabalham diariamente pela defesa da fauna e flora, e “em prol da proteção dos tesouros naturais e do património cultural do nosso Planeta”

Os vigilantes da natureza, ou rangers como também são conhecidos, têm um papel importantíssimo no Planeta. São estas as pessoas que protegem as nossas áreas naturais, evitam a destruição de habitats e fenómenos como os incêndios florestais, além disto, ainda ajudam na recuperação dos ecossistemas, assim como, na preservação de espécies de animais e de plantas.

Segundo Mike Appleton, da União Internacional para a Conservação da Natureza, estes profissionais desempenham um papel crítico no combate às duas crises de perda de biodiversidade e de clima”, tal como na proliferação de novas doenças zoonóticas e no aumento da poluição.

Apesar da extrema importância, muitas vezes não damos o devido valor a estes trabalhadores, por isso, vamos aproveitar este dia para passear num jardim, ver um documentário sobre a natureza, visitar um parque, ou até, plantar uma árvore. Qualquer das opções é extremamente válida e serve para relembrar que temos de proteger o incrível património natural e ambiental que o nosso pequeno país possui.