Clorofila – Lisboa Green Capital 2020
-Exposições

Clorofila

Clorofila (do grego: chloros – verde + phyllon – folha) é o pigmento verde encontrado nas plantas com a função de captar a luz para a realização da fotossíntese e é, também, a nova exposição da ceramista Maria Castel-Branco.

Como já nos habituou nos seus trabalhos anteriores, a natureza continua a ser o tema fulcral para a artista, afinal vivemos tempos em que a preocupação com o meio ambiente deve ser parte integrante do nosso quotidiano. Neste sentido e cuidado a arte e a natureza encontram-se, por mais que não seja imediata a definição dos termos por mais íntimos que sejamos dos dois, os seus significados são tão amplos que escapam às palavras, a arte pode ser um simples modo de olhar e a natureza pode ser também uma sensação, entre infinitas definições.

A inspiração para esta mostra surgiu na sua mais recente viagem ao sudoeste asiático, onde encontrou uma variada vegetação luxuriante. Maria não ficou indiferente aos detalhes da natureza, e criou um conjunto de peças em cerâmica que mostram as formas e texturas das plantas exóticas das florestas tropicais. 

A exposição é apresentada como um livro de botânica, quase a fazer lembrar os pormenores das ilustrações científicas, retratando a natureza de forma criativa, educativa e que possa levar ao público uma visão simples, porém bonita, das riquezas do meio ambiente. A ligação da artista com o mundo vegetal é clara em toda a sua obra, mas ganha especial expressão nesta mostra onde cada folha é única, imperfeita e pura. 

A natureza e a cultura têm assim encontro marcado na Puracal, em Alcântara, até dia 12 de julho e merecem a sua visita seja para dias mais culturais, sozinho ou acompanhado pela família (sim, é kids friendly!), qualquer motivo é válido!

 

“Clorofila” 
R. Rodrigues de Faria 103, 1300-501 Lisboa 
Todos dos dias 
11h – 18h