A reciclagem também é para praticar no verão (e nas férias) – Lisboa Green Capital 2020
-Notícias

A reciclagem também é para praticar no verão (e nas férias)

Calor, sol, agosto, tudo isto são palavras que nos remetem para verão e, consequentemente, férias. Este ano de forma mais atípica, mas a aproveitar o que de melhor a nossa cidade e país têm para oferecer. Embora seja um período que promove o relaxamento e o desligar das preocupações do dia-a-dia, a reciclagem não é uma das coisas que se deva pôr em standby, como as notificações das redes sociais. Por isso, esteja no campo, na praia, num hotel ou até numa tenda, todos os locais são bons para continuar a reciclar e, há muitos objetos à espera de irem parar ao contentor correto.

No que toca ao alojamento, se está numa casa de férias, faça como faz em casa: crie um ecoponto doméstico, separe as embalagens e coloque-as no ecoponto que estiver mais próximo da sua casa.

Se por outro lado estiver hospedado num hotel tente saber se existe algum sistema de reciclagem, por norma, os hotéis já adotaram este hábito.

Contudo, se resolveu ser mais aventureiro e estiver a acampar tente saber se existe algum ecoponto no parque de campismo, se não houver guarde o seu lixo e depois deposite-o num ecoponto de rua.

Relativamente às embalagens, todas elas, mais ou menos associadas ao verão, tem o seu ecoponto correspondente. Latas de refrigerantes, garrafas de plástico de água, pacotes de leite, sumo, embalagens de iogurtes, sólidos ou líquidos, todas estas embalagens têm como destino o ecoponto amarelo. Por sua vez, se optar por bebidas em vidro, como cerveja ou vinho, troque a cor do ecoponto e escolha o verde.

As típicas latas de atum ou de salsichas, que tantas vezes salvam uma refeição, têm lugar no ecoponto amarelo e não precisa de as lavar, é mesmo só depositar no ecoponto correto.

As embalagens de protetor solar, de produtos de cosmética de verão e os dispensadores de álcool gel que agora são os nossos melhores amigos também têm como destino o ecoponto amarelo.

Porém, temos de ter atenção que nem todas as embalagens são recicláveis: o papel que embrulha as apetecíveis bolas de Berlim devido à gordura que tem é para ir para o lixo comum, assim como as caixas de pizza. A gordura inviabiliza a reciclagem do papel/cartão, por isso, a opção correta é mesmo o lixo comum.

As máscaras de proteção individual e as luvas descartáveis que fazem parte da nossa rotina, devem ser colocadas num saco fechado e depositadas no lixo comum. 

Os brinquedos das crianças que já não tenham uso não são embalagens, apesar de serem de plástico, por isso, se estiverem em condições doe a instituições para crianças, ou use a criatividade a transforme-os em novos objetos.

Já sabe, apesar de estar de férias, não descore as boas práticas de reciclagem e coloque o lixo no local correto, é bom para si e é bom para o ambiente.