IMO: ECO-SISTEMA-INTERIOR – Lisboa Green Capital 2020
-Espectáculos

IMO: ECO-SISTEMA-INTERIOR

Auditório do C.I.M, Centro de Interpretação de Monsanto
11 Novembro a 15 Novembro

4ªF, 5ªF, 6ªF e domingo às 15h e Sábado às 21h

ORDEM DO O

Um pedaço de terra suspenso sobre as águas de um lago. De um corpo primordial surge, por separação, a criação de um novo ser, e de um novo espaço resultante da sua separação. O percurso esculpe o corpo no espaço sob um abismo de um lago-espelho, enquanto decalcamento do “corpo continente” existe uma composição que remete para o Caos, entidade ou princípio de onde provém o próprio corpo original (Gaia)
Do reflexo de narciso, ao mergulho num abismo primordial na água que dissolve a forma no vasto.
Metáfora visual de várias meta leitura possíveis, da relação entre o homem e a natureza, o mito sobre a sua criação e morte.

Pedro Ramos estreia na segunda semana de Novembro Imo: Eco-sistema interior, no Centro de Interpretação de Monsanto, nos dias 11, 12, 13, 14 e 15. Proveniente do Latim “imus”, Imo significa íntimo, profundo, ou âmago. Nos últimos anos o criador, tem dado primazia a uma pesquisa coreográfica que aborda o corpo enquanto tradutor e contentor de uma matéria viva, relacionando as diversas transformações da natureza com diferentes aspectos da experiência interior, expressos em diversas variações de estados de ânimo e transformações corporais.